Escolha uma Página

Quem faz parte da nossa tripulação sabe que nossos passeios também são ricos de boas histórias!

Uma delas se passa em uma das ilhas que avistamos  durante uma pausa para o banho de mar… A conhecida Ilha do Francês!

Dizem que ela recebeu esse nome pois era propriedade de um homem misterioso que comprou a ilha inteira! Mas será verdade? Abrimos nossos velhos baús para descobrir e reunimos o que encontramos!

História da Ilha

Distante cerca de 1.100 metros da costa, a “ilhota” do Francês já foi chamada de Ilha de São Francisco de Paula (padroeiro de Canasvieiras) conforme registros cartográficos.

Ao atracar na ilha, os visitantes têm acesso a um mar calmo e tranquilo, perfeito para uma pausa para relaxar. A areia chega a atingir cerca de 60 metros de extensão, com largura variando de um a oito metros.

Afinal, quem é o francês?

Moradores da região afirmam que a praia seria particular, o que é proibido por lei. Afinal, não vemos por aí anúncios e ofertas com uma ilha inteira à venda, não é mesmo?

Apesar de supostamente particular, ela é acessível a visitantes que chegam à nado (de Canasvieiras ou Jurerê Internacional), pequenas embarcações ou até navios piratas!

Porém, a verdadeira identidade do provável “dono” da ilha é conhecida por poucos. Alguns dizem ainda que o francês teria vendido o lugar paradisíaco a um argentino, e que agora, deveria ser chamada “Ilha do Argentino”.

Histórias à parte, a famosa ilha é o local perfeito para apreciar a natureza, sentir o mar calmo e, para nossos destemidos piratas, até enterrar alguns tesouros!

Não perca a oportunidade de visitá-la pessoalmente e conhecer todos os mistérios guardados na Ilha do Francês.