Escolha uma Página

Levantar Âncoras, Içar Velas!! 

Nossa próxima parada é na história de Dias Velho com Piratas em Florianópolis!

Em sua última noite de vida, Francisco Dias Velho despertou assustado quando percebeu que alguém estava invadindo sua casa. Ele tentou lutar contra os invasores, reagiu, mas apanhou muito enquanto suas filhas e esposa também sofriam. Sua vila em chamas e afogado pela fumaça, Dias Velho foi retirado da sua própria casa arrastado pelos Piratas invasores, que gritavam em busca da “Prata!”

Essa invasão dos Piratas à Nossa Senhora do Desterro não seria por acaso, no ano anterior outro navio pirata tinha desembarcado na Ilha, ao qual estava carregado de prata de um roubo em que os piratas tinham feito no Peru. Mas Dias Velho viu e conseguiu impedir juntamente dos moradores de Nossa Senhora do Desterro que atacaram os piratas e eles acabaram fugindo. Porém, aquela prata que ficou no Brasil não ficou em Desterro, e sim, foi enviada para cidade de São Paulo. Foi justamente essa prata, que um ano depois os piratas resolveram buscar. Essa prata e a vingança, em busca de Dias Velho. 

Florianópolis é cheia de incríveis histórias que envolvem todo tipo de encanto, piratas, sereias, lobisomens… e o incrível é refletir sobre isso e perceber o que já se passou por aqui.

Vamos pensar juntos? Imagine: Os piratas chegaram e desembarcaram na praia de Canasvieiras, há mais ou menos 300 anos, com baús cheios de prata que foram deixados na mesma faixa de areia que hoje você fica.  A antiga vila de Nossa Senhora do Desterro foi construída onde hoje é a Praça 15 de Novembro, bem no centro de Floripa. A Igreja onde Dias Velho foi assassinado pelos piratas ficava exatamente onde hoje fica a Catedral Metropolitana de Florianópolis, outro ponto turístico obrigatório para quem quer conhecer a cidade.

Incrível não é mesmo? Você conhecia essa história, Marujo?

Quer ficar por dentro de outras histórias e lendas de Florianópolis? Acompanhe nossas redes sociais e nosso blog!